• Breno Berman

Confira os primeiros passos para abrir uma loja online: quatro dicas essenciais!

Atualizado: 9 de mai.

No início do século XXI, o desenvolvimento do comércio eletrônico estabeleceu a comercialização de bens e serviços por meio do ambiente virtual. Hoje, conhecemos isso como varejo online. A grande expansão dos canais de vendas online trouxe oportunidades para os varejistas, que podem oferecer seus produtos e se conectar com consumidores que não iriam à sua loja física.



O que é preciso saber para abrir sua primeira loja online

O erro de quem começa a empreender no digital é o caminho pelo qual muitas empresas estão tentando fazer essa transição. Por não ter um bom acompanhamento, a primeira loja online é desenvolvida com alguns problemas e gaps. Como consequência, o retorno acaba ficando longe do esperado.


Essas falhas vêm por não saber divulgar seus serviços, criar uma plataforma que possa captar leads qualificados para sua loja online, ou por simplesmente não entender que ter uma loja virtual é diferente de uma loja física. É necessário obter métricas capazes de alavancar seus resultados. Então queremos te mostrar o passo a passo para estabelecer o seu negócio online.

Durante a pandemia, o e-commerce se expandiu no Brasil. Segundo pesquisas do PayPal e da BigDataCorp, o número de lojas online aumentou 22,05% comparado a 2020, totalizando quase 1,59 milhão de novos negócios online.


E não precisa se preocupar com os big players do mercado. O mesmo estudo mostra que os e-commerce com faturamento anual de até R$250 mil representam 52,73% desse número de novas lojas virtuais. Acredite, há espaço para a entrada de novas marcas no universo digital.

Para te ajudar a alavancar a sua primeira loja online, separamos quatro dicas essenciais que vão turbinar o seu e-commerce.


1. Qual o seu nicho de mercado?

Busque o seu segmento. Dependendo do seu campo de atuação, há uma alta competitividade. Ter um nicho de mercado definido é o primeiro passo para vender mais nas lojas online. Não crie uma loja com produtos variados e abrangentes. Especialize-se em uma área, invista e torne-se uma referência.


Desenvolver estratégias, ações e planejamentos para um público específico pode ser o diferencial nos primeiros anos de vida da sua loja virtual. Aqui está a oportunidade para criar uma marca forte, com propósito e foco bem definidos. Identifique as suas personas e ofereça conteúdos, produtos e serviços personalizados com qualidade. Mostre o valor da sua marca e conquiste clientes fiéis.

2. Escolha a plataforma correta

Um dos primeiros passos para abrir uma loja online é definir qual será sua plataforma. Atualmente, existem duas alternativas principais. Você pode ter um site hospedado nas grandes plataformas ou marketplaces.


É comum que, com o passar dos anos e o processo de maturação do seu e-commerce, você acabe aderindo pelas duas opções, pois podem ser complementares. No entanto, para começar, é preciso entender onde o seu público está presente e qual a melhor estratégia de entrada no mundo digital para sua empresa.


3. Implementação de uma cultura baseada em dados

O estabelecimento de metas é um dos passos mais importantes na hora de montar sua primeira loja online. Criar uma cultura data-driven dentro do seu negócio só traz benefícios. Com esses números e gráficos informativos, você pode desenhar um planejamento mais assertivo a curto, médio ou longo prazo.


É preciso também definir o orçamento e mapear os custos. Tenha certeza de que o mapeamento esteja incluindo todos os investimentos para a manutenção do e-commerce, como: hospedagem, embalagens e o envio dos produtos.


4. Cadastro de produtos

Uma tática muito eficiente que faz parte das estratégias para uma loja digital se destacar é impactar com o bom uso do cadastro de produtos. Isso reflete diretamente na usabilidade do site. No processo de decisão de compra, o consumidor quer informações e agilidade. Trabalhe com tabelas, imagens e textos detalhados.


Existem algumas outras dicas na nomenclatura do produto que devem ser seguidas. Para incluir um título, o ideal é que seja informado primeiro o nome do produto e em seguida a marca. É uma prática muito adotada e que se mostra muito eficaz no e-commerce. Uma descrição completa vai facilitar para que os usuários encontrem o seu produto dentro do Google e dos marketplaces.

Junte seu time e alinhe todas as informações. Lembre-se de analisar seus dados com frequência. As métricas de análise são importantes para o seu crescimento. Afinal, esse é o grande desafio que temos no dia a dia dinâmico do e-commerce. Encontrar uma maneira de economizar o tempo que gastamos cruzando dados e informações pode (e deve!) fazer a diferença na sua performance e gestão.

1 visualização0 comentário

Acompanhe as tendências do nosso mercado

Gostou dos nossos artigos? A Biso te ajuda a transformar tudo isso em realidade!
Fale com o nosso time de especialistas