• Breno Berman

Entenda como a cultura de dados implementada pela Biso transformou o e-commerce da Nuó

Uma empresa pequena pode usar dos benefícios da cultura de dados? Existe um tamanho mínimo para começar a implementar a inteligência artificial nos meus negócios? Essas são algumas das perguntas que podem invadir a mente do empreendedor.



Na dinâmica de um e-commerce de pequeno porte já acontecem muitas etapas importantes. Por exemplo, a comunicação entre loja virtual e estoque não pode falhar. O cliente precisa ser bem atendido durante todo o ciclo de compras. E as entregas devem ser acompanhadas até que o cliente receba o produto.


Todas estas preocupações mostram a importância de investir em cultura de dados, independente do tamanho da empresa. Os dados sobre o cliente e possível cliente, são registrados desde a primeira conexão. Por isso, deixar de utilizar estas informações é como jogar dinheiro fora.


A Biso mostrou justamente isso para a Nuó, dando mais braços em uma operação enxuta. Gerando assim melhores resultados e aumentando em até 30% o faturamento da marca.


Qual o impacto da cultura de dados em operações menores de e-commerce?

No Brasil, desde 2018 não surgiam tantos micro e pequenos negócios como em 2021. Ainda segundo o Sebrae, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, 7 de cada 10 empresas migraram para o mundo digital. E, através da tecnologia, estão vendo possibilidades de crescimento.


Logo, compreende-se o motivo da tendência do uso da cultura de dados por e-commerce, independente da estrutura. A Biso oferece as ferramentas necessárias para aproveitar esses dados a favor da sua empresa.


Como a Biso colaborou para melhorar os resultados da Nuó?

A Biso atua com diversas empresas, independente da maturidade da operação. A Nuó, por exemplo, é uma empresa nova no mercado digital que nasceu em 2018 apenas no universo das redes sociais. Desde então, a loja foi aberta e tem assistido suas vendas aumentarem cada vez mais.

Este cenário a fez repensar na logística, no posicionamento como empresa e na dinâmica interna para lidar com o fluxo dos clientes. A cultura de dados surgiu como solução para lidar com a demanda, mantendo o bom funcionamento da empresa.


Em maio de 2021, a Biso se uniu a Nuó oferecendo uma solução inteligente e eficiente. A proposta foi de oferecer uma plataforma que ajudasse na gestão, direcionando para as questões mais importantes. Facilitando na análise dos indicadores das operações.

Os resultados da Nuó após a implementação da cultura de dados da Biso

Os resultados da Nuó começaram a ser sentidos no mês seguinte à implantação da ferramenta Biso e persistiu nos meses subsequentes. O sistema causou mudanças significativas e positivas para o crescimento da empresa.


A Nuó pode identificar os principais pontos para o desenvolvimento da empresa, realizando segmentação e acompanhamento do Customer Success definindo estratégias. A Biso manteve um acompanhamento semanal, mantendo uma visão de todo o ciclo de vida da empresa e ajudando na construção do plano tático.


O crescimento de 30% no faturamento, tendo somente 10% de aumento de investimento em outros recursos, comparado ao mesmo período do ano anterior, mostrou o sucesso da implementação da plataforma. E a Nuó não precisou contratar diversos profissionais para acompanhar, traduzir e analisar os dados. O que, basicamente, seria inviável para uma empresa de pequeno porte.


A Nuó também recebia alertas específicos, assim, quando algum padrão saia do comum, era possível reagir sem atrasos, evitando maiores desgastes. O resultado foi uma queda de 32,59% na taxa de rejeição e 4,68% de crescimento na taxa de conversão. O interessante é que a taxa de conversão já era alta, cerca de 2,86%, e cresceu para 3%, ou seja, otimizou ainda mais um resultado que era satisfatório.


Os relatórios inteligentes foram essenciais para as análises pontuais e os dashboards colaboraram na compreensão do andamento da empresa. A empresa teve 225% no aumento de share do canal de CRM e, atualmente, representa em média 12,5%.


“A Biso me permitiu olhar para o meu negócio com uma nova visão. Proporcionou uma análise muito mais prática e simplificada de dados para a tomada de decisões e desenho de estratégias mais certeiras”, afirma a fundadora da Nuó, Sharon Hayfaz.


O sucesso da parceria Biso e Nuó confirma que a tecnologia pode, e deve, ser usada para ajudar no processo evolutivo de qualquer empresa. Inclusive as pequenas empresas. Outras empresas, além da Nuó, testemunharam os benefícios da Biso como o Grupo Malwee, o grupo Barão, Ibyte, entre outros. Então, independente do tamanho do seu negócio, não perca tempo e agende agora uma demo.

57 visualizações0 comentário

Acompanhe as tendências do nosso mercado

Gostou dos nossos artigos? A Biso te ajuda a transformar tudo isso em realidade!
Fale com o nosso time de especialistas